Jornal Nacional: 30/03/2013 – Homem que atirou em crianças e no pai delas tem a prisão decretada

A Justiça decretou, nesta terça-feira (30), a prisão temporária do comerciante que baleou uma menina de 11 anos em Aparecida de Goiânia, no fim de semana. Ela tentava proteger o pai, dos tiros.

Segundo o juiz Leonardo Fleury Curado Dias, apesar de ter se apresentado espontaneamente, o atirador não entregou a arma do crime e não foi encontrado pelos policiais que tentavam intimá-lo a prestar esclarecimentos.

Kerolly está internada em estado gravíssimo na UTI de um hospital. Ela levou um tiro na cabeça, mas a pedido do pai, o hospital não dá detalhes do estado de saúde da menina.

O passeio para comprar o presente de aniversário da irmã acabou de forma trágica no sábado, 27 de abril.

A câmera de dentro da pizzaria mostra o dono George Araújo de Souza, armado, expulsando o serralheiro Sinomar Lopes do local. Sinomar tinha ido tirar satisfações com o comerciante.

O desentendimento entre eles começou há dois meses, por causa da demora na entrega de uma pizza. Diante da arma, Sinomar cruza os braços e deixa a pizzaria.

Outra câmera, instalada do lado de fora, mostra as filhas tentando convencer o pai a voltar para casa. Elas o puxam  pelos braços. Mas o homem está irredutível.

O psicólogo criminal Leonardo Fariaanalisou as imagens. “Como que os adultos tiveram um comportamento mais imaturo que as crianças que estavam presentes ali? As duas foram que observaram o risco da situação em si. O risco do pai se envolver onde havia um perigo de vida, um perigo de morte, e de certa forma afastá-lo da situação, resolver, deixa para lá”, aponta.

As filhas pedem ajuda para um homem que passa, mas ele foge. O comerciante continua ameaçando. “Ele pegou e falou assim: ‘vocês não vão sair da frente, não?” Nós não saímos não. Ficou abraçada a ele”.

Kerolly, desesperada, corre até a esquina em busca de ajuda. É quando o dono da pizzaria se aproxima do pai e da irmã e faz o primeiro disparo. Ele persegue os dois até o local onde Kerolly está e dá outros tiros. Às 12h31, George foge para não ser preso.

Quinze horas depois de ter atirado, George procurou uma delegacia em Aparecida. Ele entregou as imagens das câmeras da pizzaria para o delegado de plantão e prestou depoimento.

Como ele fugiu da pizzaria pra não ser preso, não houve o flagrante, por isso ele foi liberado.
Na segunda-feira, outra delegada assumiu o caso e viu as imagens. Ela pediu a prisão do comerciante, na manhã desta terça-feira.

“É muito difícil explicar isso para população porque é revoltante. É revoltante até para nós operadores do Direito. Só que nós temos que obedecer a lei que nós temos. Na segunda-feira, como eu assumi o caso e a partir daí eu posso falar que eu averiguei, vi os requisitos e solicitei a prisão”, afirmou Marcela Orçai.

O pai prestou depoimento nesta terça-feira e disse que estava arrependido. A polícia de Goiás está à procura de George Araújo de Souza . Ele é considerado foragido.

Um comentário sobre “Jornal Nacional: 30/03/2013 – Homem que atirou em crianças e no pai delas tem a prisão decretada

O que achou da notícia? Aproveite pra deixar sua opinião. Todos os seus comentários vão aparecer no twitter @ComentariosTTV.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s